OLHOS DE MEL

(Ísio Ribeiro)



            olhos de mel


Vôa, pensamento, com as asas do vento. Vá pousar naqueles olhos de mel, úmidos, brilhantes; naquilo que foi ontem; ...do mar, suas ondas ruidosas, espumantes.

Vá, pensamento, afagar aquelas mãos pequenas, trêmulas, medrosas, que se rendiam às minhas, serenas, ousadas, impetuosas, entregando-se assim, em paixão sem fim; que pretendendo dizer não, prostravam-se, dizendo sim !

Vá dizer-lhe que os descaminhos desta vida, nos põem distantes de tudo que queremos, deixando-nos, como lembrança a imagem tão querida e, como legado

...as mágoas que sofremos !



Cochicho - Página principal


Valid HTML 4.0 Transitional

Mapa de Abadore Muare